Watercolor: pyromaniac of souls

EN Some time ago, a friend commissioned me a watercolor painting of a special lady. Here is the final work, following a principle one of my watercolor masters repeated often: never paint just a portrait, always paint a personality”

cila

And that’s what I tried with this portrait. Quoting my very talented friend Vítor Sousa:
Há mulheres que descendem do sol. Na langue inconsciência do ventre materno, firmam um pacto com o fogo. Já nascem indómitas, rebelando-se contra a força sugadora de Prometeu, que resgata o fogo dos recessos. Crescem semeando faúlhas quando respiram. Por vezes, num capricho estouvado, beijos perdidos ateiam fogo ao fado. Fervem, então, reminiscências da eternidade barricadas na aridez da ausência. (…) Há mulheres que descendem do sol. São pirómanas de almas.

[There are women who descend from the sun. In the languid unconscious of the motherly womb, they sign a pact with fire. They are born already untameable, rebelling against the absorbing force of Prometheus, who rescues the fire from the recesses. Thew grow seeding cinders when they breathe. Sometimes, in a careless whim, lost kisses ignite fire to fate. Boiling, then, reminiscences from eternity barricaded in the aridness of absence. (…) There are women who descend from the sun. They are pyromaniacs of souls.]

(http://estrangeiros.blogspot.com/2007/05/pirmanas-de-almas.html – with unworthy translation to english by me. even if it is impossible to preserve the pure crystalline beauty of the original portuguese text)

Exposição “Criar a CASA”

PTEm outubro do ano 2010, a associação CASA, juntamente com a Mouraria Galeria de Arte, promoveram a exposição “Criar a CASA” que passou também pelo Dolce Vita Funchal. Nesta exposição estiveram patentes 12 trabalhos para venda cujos fundos destinaram-se a apoiar os sem-abrigo.

img532 img533

Fragmento da Banda Desenhada criada no 24 Hour Comic Day 2010

PT Esta é uma página da história de BD de 24 páginas que foi desenhada no 24 Hour Comic Day 2010, iniciativa que é organizada anualmente pela Livraria Sétima Dimensão e a Direção Regional de Juventude e Desporto.

A experiência gráfica do evento desse ano consistiu num devaneio simbolista cujas páginas podiam ser lidas em vários sentidos, feitas com técnicas e materiais diversos cuja narrativa finalizou com o fim do universo… e teve espaço para fazer uma piada machista com o mito de Prometeu…

24H-ComicDay2010

“Projecto IN@Rua da Alfândega”

PT No ano 2011, o Mini Eco Bar organizou uma iniciativa onde vários artistas foram convidados a embelezar os canteiros da Rua da Alfândega, como parte do”Projecto IN@Rua da Alfândega”.

Segundo o Diário de Notícias: “A ideia recebeu os elogios do presidente da autarquia funchalense, que manifestou o total apoio a esta iniciativa, «louvável».

Miguel Albuquerque mencionou que «é isto mesmo que nós pretendemos, este estabelecimento (Mini Eco) e esta rua têm todas as condições para desenvolverem projectos desta natureza, e o nosso objectivo é que os nossos empresários – sobretudo os nossos jovens empresários – tenham sucesso nos seus negócios. E não há dúvida que, para que isso aconteça, estas iniciativas correspondam aquilo que os nossos públicos desejam», enalteceu o autarca.”

Estas são algumas fotos do trabalho criado no dia dedicado às Artes Plásticas:

David Lloyd’s KICKBACK: Essential Graphic Novel

EN Some time ago, a gracious editor from the ESQUIRE (Middle East) magazine contacted me because they were running a feature about “ESSENTIAL GRAPHIC NOVELS” recommended by Comic Book Stores from all over the world. I sent them my contribution (recommending David Lloyd’s KICKBACK – a BLOODY BRILLIANT Graphic Novel).

Today I received a “Limited Edition” of the issue where my text was published. These are the (beautifully designed) pages with the recommendations from all over the world, published in ESQUIRE:

07-2011-Esquire---pg2

07-2011-Esquire---pg3

And for those interested in reading about the Graphic Novel KICKBACK, written and illustrated by the brilliant David Lloyd, here is the text:

07-2011-Esquire---detail

You can search for this Graphic Novel (and many others) at the Livraria Sétima Dimensão [Seventh Dimension Bookstore]: http://setimadimensao.com/x/

“Don Giovanni” (2)

Exercício de desenho a partir de fotografias de moda e durante a audição da ária do catálogo do Leporello, parte da Ópera “Don Giovanni”, de Mozart:

“In Italia seicento e quaranta;
In Almagna duecento e trentuna;
Cento in Francia, in Turchia novantuna;
Ma in Ispagna son già mille e tre”

“Don Giovanni” na exposição “Opera Graphica”

PT “Originário da Espanha, o mito de Don Juan encontrou diversas versões na literatura, dos quais as primeiras versões datam ainda do início do século XVII. Nelas teria Mozart se inspirado para compor seu Don Giovanni.

Posteriormente, inúmeros autores das mais diferentes nacionalidades (Byron, Zamora, Pushkine, Molière, Prosper Mérimée, Hoffman, entre muitos outros) adaptaram-lhe, até que Mozart dotasse este drama com a genialidade de seu talento, na ópera intitulada Don Giovanni ossia Il dissoluto punito.

(in http://pt.wikipedia.org/wiki/Don_giovanni)

Nesta ópera do Mozart, um dos meus momentos favoritos é a aria do Leporello, quando o criado de Don Giovanni diz que tem um catálogo onde tem apontadas todas as conquistas do seu patrão… assim, a certa altura, ele indica que “Nella bionda egli ha l’usanza. di lodar la gentilezza” – este esboço depois daria origem a um dos trabalhos apresentados na exposição “Opera Graphica” no Espaço Magnólia, inaugurada em julho do ano 2007.

“CANDIDE” de Leonard Bernstein

PT A opereta CANDIDE, de Leonard Bernstein, é uma obra curiosa: parte número de cabaret elaborado, parte opereta, parte ópera séria.

Tal como no livro de Voltaire que serviu como base para esta opereta, Candide tinha aprendido que vivia “no melhor de todos os mundos possíveis” e ele tenta preservar o seu optimismo através de guerras, mortes, naufrágios, terramotos, autos-da-fé, escravatura, violações e doença. No fim, começam a perceber como funciona o mundo, e o melhor é “deixar o nosso jardim crescer”.

Livro imperdível e Opereta imperdível. Altamente recomendado!